05/09/2009

Vícios

Posted in Delírios às 18:16 por ideiasdelirantes

Tenho um vício muito recente: o facebook e, mais nomeadamente, um jogo cedido por esta rede social, designado por “Farmville”, no qual se constroi uma quinta e temos de conseguir o máximo de níveis e dinheiro (o que se atinge pela quantidade de colheita). É giro e motivador porque se ganham prémios, etc.

Bem, há vícios para tudo e este é um deles. Ás vezes fico preocupada porque sempre que ligo a internet sinto a necessidade de ir ver o que se passa no Facebook mas e depois? antes isso que o jogo, o álcool ou as drogas. E depois?estou a estudar, enfiada em casa, tenho todo o direito de ter os meus vícios, ou não?

O facebook tem uma vantagem em relação ao hi5 (o qual ainda não apaguei apenas porque não quero perder alguns contactos que ainda não se renderam ao facebook) que são os seus “estúpidos” quizes, estes mil jogos que tem e, param além disso podemos “postar” lá links como se fosse um blog, aliás, até podemos linkar lá o nosso blog e as pessoas podem lê-lo por lá. Para além de que os estrangeiros têm todos facebook, logo, vou falando com os meus amigos do Erasmus por lá (pelo chat desta rede social, que o hi5 não tem).

Uff, já chega de publicidade ao facebook, bolas, que vícios.

Haverá vícios bons e vícios maus?

Eu acho que sim.

Anúncios

29/08/2009

A sociedade psicologizada que não quer a Psicologia

Posted in Delírios às 22:11 por ideiasdelirantes

As pessoas dizem que não concordam, não acreditam, não aceitam a Psicologia porém estão sempre a psicologizar, sempre a utilizar termos psicológicos como: stress, trauma, depressão, consciência, inconsciência, sub-consciênte, insónias, doenças mentais, doenças comportamentais, atenção, hiperactividade. Bem, podia fazer uma lista infinita de todos os termos psicológicos utilizados pela sociedade em que estamos inseridos mas não o vou fazer. Apenas acho engraçado e faz-me pensar as pessoas que dizem não a aceitar (já tendo ouvido atrocidades como dizer que as psicólogas são prostitutas caras), utilizam, no entanto, os termos que a psicologia veio ensinar à sociedade e que só ela estuda.

simbolo-psi

21/08/2009

Quero uma casa, agora!

Posted in Delírios às 11:05 por ideiasdelirantes

É, acho que cheguei àquela fase (pós-Erasmus?) em que me apetecia ter o meu cantinho…

Quero uma casa minha, para poder estar com “ele” mais vezes e com mais privacidade…

Bem, cheguei àquela fase em que quero apressar o início da vida, mas esse início parece nunca mais chegar.

Quero uma casa para poder estar, decorar, etc…

Viver com a minha mãe não é mau, é bem bom até, respeitamo-nos mutuamente.

Mas cheguei àquela fase em que quero a minha independência, o meu trabalho, a minha vida.

Mas ainda faltam dois anos para que possa vir a ter isso. E depois do Mestrado concluído ainda vem a procura incessante de trabalho, por isso esses dois anos serão muito provavelmente alargados…

Bolas, posso pedir um empréstimo ao banco sem ter garantias de que o posso pagar?

(Eu sei que não mas às vezes é o que apetece!)

Delírios

Posted in Delírios às 10:55 por ideiasdelirantes

Estou sempre a delirar, por isso…

Não liguem. ψ

P.S.- logo vou escapar-me de Lisboa para Loulé rumo ao Creamfields (festival que se realiza amanhã); espera-se reportagem para breve.

20/08/2009

Ecoponto, ecoponto…Onde estás tu?

Posted in Delírios às 17:08 por ideiasdelirantes

Moro no bairro de Telheiras, onde normalmente existem vários Ecopontos e, perto de minha casa costuma haver um.

Ora, ontem dirigi-me a esse mesmo e, no local, apenas se encontravam contentores de lixo para papel. E ao pé, para o vidro. Mas do plástico nada…

Alguém sabe explicar o que se passou? é um episódio que me intrigou  bastante pois havia 3 contentores de lixo para papel em cada esquina e nenhum de plástico…

hmmm….

18/08/2009

Desenhos animados

Posted in Delírios às 11:10 por ideiasdelirantes

Que atire a primeira pedra o adulto que não goste de um bom desenho animado :)

Eu admito ser fã de bonecos de qualidade. Há bonecos e bonecos.

Podia fazer aqui uma lista de todos aqueles que já vi recentemente (não me vou pronunciar acerca de Pocahontas ou Rei Leão porque esses todos sabemos que são bons, são mitos da nossa infância, é implícito), mas os que eu dou mais destaque e aconselho verdadeiramente a ver são: “Madagáscar”; o “Bolt” (versão original vale a pena por causa de vozes como a de John Travolta) e; como não podia deixar de sublinhar, o “Ice Age”, que, apesar de já ir no seu terceiro filme está cada vez melhor. Aconselho mesmo.

Agora estava a ver o que há de novo e deparei-me com o trailer de “Up” e parece ser um filme a ver, eu quero!

Qual o problema de gostar VERDADEIRAMENTE de desenhos animados? ;)

17/08/2009

“Que vida de cão!”

Posted in Delírios às 15:55 por ideiasdelirantes

Expressão normalmente utilizada para definir uma má vida, uma vida de trabalho e injustiçada. Porém, eu não concordo nada com essa definição.

Às vezes olho para a cadela da minha irmã e penso:”não me importava nada de ter a vida dela.”; sempre a ser passeada, sempre de um lado para o outro, ora no Algarve ora em Lisboa, ora em Benfica, ora em Telheiras. Já foi a Andorra e aos Açores e tem sempre uma festinha no pelo.

Vida de cão é não ter preocupações nem responsabilidades, apenas responsáveis por nós.

A única coisa que eu não gostava era de, sempre que iria à praia, ver um sinal de proibído cães. Mas que raio! Este verão tenho pensado muito nisso por estar mais tempo com a cadela: nós humanos sujamos muito mais as praias que os cães e achamo-nos no direito de os proibir nas praias, como se fosse propriedade nossa, como se nós as tivessemos inventado. Não. Não é justo. As necessidades biológicas dos cães são, nessa mesma palavra, biológicas e por isso, não poluentes. Claro que é chato ver cocós de cão na praia mas por isso é que se levam sacos de plástico e os apanhamos. É chato às vezes crianças com medo de cães levarem com um cão a lambê-las mas para isso é que se usam trelas (se bem que nós apenas usamos em último caso). E de resto, não sei o que possa chatear mais a presença de um cão numa praia…

A mim chateia-me muito mais ver latas, garrafas de cerveja e beatas de cigarro na areia. É mil vezes mais poluente e invasivo. Não faz parte da natureza.

Além de tudo isto, não acho piada a ver cães maltratados como vi numa praia este fim-de-semana: tivemos de nos deslocar para uma praia não vigiada perto da Praia Grande, a qual tinha muitos cães e, no entano, vi uma pessoa a dar um pontapé num cão por se aproximar do seu guarda-sol. Ora, há tantas praias que proibem cães, porque não vão para essas?

Apesar de todas estas atrocidades contra os cães, a vida de cão é mesmo muito boa e pacífica. Porquê esta expressão negativa? eu vou começar a transferi-la para o positivo ;)

Praia Paraíso de Cães!=Praia Pequena, ao lado da Praia Grande

Praia Paraíso de Cães!=Praia Pequena, ao lado da Praia Grande

14/08/2009

É uma experiência nova…

Posted in Delírios às 10:32 por ideiasdelirantes

ter de estudar em Agosto mas vá, vai compensar…

já só me faltam três exames para terminar a licenciatura por isso é só mais um fôlego, é só mais um respirar fundo e estou lá.

Mas às vezes parece que a força se desvanece e só me apetece ir para a praia e sair à noite com os amigos.

Tenho sempre em mente: “Maria, já tiveste 4meses em Erasmus, que queres mais?”.

Pois, mas quem sabe este ano ainda mal descansei…bolas, parece que ando sempre de férias mas não.

Não, a força não se vai desvanecer porque tenho muitos planos para o próximo ano e….

Quero concretizá-los a todos :)

Ajuda.SOS.Ajuda.Mayday,Mayday!

Ah, e este calor não ajuda nada!

10/08/2009

Apetece-me

Posted in Delírios às 16:37 por ideiasdelirantes

Apetece-me escrever algo mas não sei bem o quê.

Expressar algo sem saber sobre o quê,

Inovar este blog sem saber muito bem como,

Ter ideias novas para expor sem saber como,

Arre.

Apetece-me.Apetece-me.Apetece-me.

Arre.

Apetece-me escrever como bem me apetecer mas parece que tudo sai meio emperrado.

Arre.

Arre burro.Que delírio este meu.

25/07/2009

Estou bem,

Posted in Delírios às 12:06 por ideiasdelirantes

aqui contigo, com a M8O sempre a tocar, a juba sempre a passear, o calor sempre no ar, o jardim a esperar, por uma bela mangueirada levar!

amo-te tanto, tanto que me faz feliz, me faz sorrir por pequenas coisas, pequenos momentos, este fim-de-semana esqueço tudo, o mundo exterior, é só nosso, de nós os dois e é tão bom! ♥

Página anterior · Página seguinte